imagemPost

Dia Internacional da Ambrósia

27 de Junho de 2015 é o Dia Internacional da ambrósia (Ragweed, em inglês), uma das plantas invasoras com mais impactes negativos na saúde humana em muitos países Europeus.poster lifecycle-001

Ao assinalar-se este dia espera-se aumentar a compreensão e sensibilização para os graves problemas causados por esta erva invasora. Ambrosia artemisiifolia (nome comum, ambrósia) é uma erva proveniente da América do Norte que se tornou invasora um pouco por todo o mundo. Causa graves problemas para a sociedade devido ao seu pólen altamente alergénico (tipicamente de Agosto a  Outubro no Hemisfério Norte). É uma espécie de difícil controlo, com custos recentemente estimados em cerca de 4,5 biliões €/ano para a Europa.

As alterações climáticas, associadas à dispersão crescente de sementes de ambrósia, suportam a previsão de que as concentrações atmosféricas do pólen de ambrósia deve aumentar cerca de quatro vezes até 2050, elevando assim a incidência e a prevalência das alergias causadas por esta espécie.

Em Portugal, a espécie foi introduzida e está dada como presente (e.g., em pomares e ao lado de caminhos no Alto Alentejo, Douro Litoral) mas com distribuição relativamente limitada. No entanto, modelos de distribuição da espécie, realizados recentemente (Sun et al., em preparação; figura abaixo) indicam que a planta encontra condições propícias à sua dispersão numa parte relativamente grande do nosso pais. É por isso fundamental detectar áreas onde a planta esteja presente e eliminá-la de forma a impedir a sua dispersão. Se conhecem locais onde esta espécie está presente, enviem-nos uma mensagem para invader@uc.pt ou registem a localização no nosso mapa, seleccionando “X- espécie não listada” no fim da lista.  Informação sobre detalhes de identificação, métodos de controlo e muito mais informação, são disponibilizados no site da Acção COST SMARTER – gestão sustentável de Ambrosia artemisiifolia na Europa.

 

Em algumas zonas da Europa Central foi recentemente detectado um insecto (Ophraella communa), de introdução acidental, que está a contribuir para controlar biologicamente esta planta invasora e tem potencial para atingir uma parte significativa das áreas invadidas (figura abaixo). Ainda assim, considera-se que outros agentes de controlo biológico são necessários para se atingir o controlo da espécie.

modeloDistribuicaoAmbrosia

(fonte: press release International Ragweed Day SMARTER – EU-COST FA 1203)

 

A acção UE-COST (FA1203) sobre a gestão sustentável de Ambrosia artemisiifolia na Europa (SMARTER) foi lançada em 2012 com o objectivo de dar início e coordenar as opções de gestão a longo prazo para reduzir a ambrósia na Europa. Mais de 250 cientistas de 33 países colaboram neste projecto que serve como um modelo para implementação de medidas de controlo integrado contra espécies exóticas invasoras em toda a Europa.

Vejam este pequeno vídeo sobre a ambrósia e o projecto SMARTER.