corte simples

Corte

O corte pode ser realizado em todas as espécies, apesar de ser pouco eficaz em todas as que regeneram de touça e/ou raiz.

Este método consiste em cortar o indivíduo tão junto ao solo quanto possível

Se houver formação de rebentos subsequente (de touça ou raiz), os rebentos devem ser eliminados quando atingirem 25 a 50 cm de altura através de novo corte, arranque ou pulverização nas folhas.

Em alternativa, se tiverem ultrapassado essas dimensões podem ser descascados ou novamente cortados.

Tem uma aplicação simples, principalmente em plantas de menores dimensões.

A execução rápida deste método proporciona uma economia de custos na intervenção inicial, mas que geralmente é perdida nas ações seguintes.

Dependendo das ferramentas e da dimensão das árvores, pode operacionalizar-se com grupos grandes e variados.

É aplicável em árvores de todos os diâmetros. Para espécies em que o descasque não é eficaz (e.g., Robinia pseudoacacia) pode ser uma solução para eliminar poucos indivíduos, apesar de exigir muitos controlos de continuidade a médio/longo prazo.

É amigo do ambiente.

Em muitas espécies, este controlo revela-se frequentemente pouco eficaz, já que estimula a formação vigorosa de rebentos.

É geralmente mais eficaz em alturas estivais e em plântulas resultantes de germinação .

Obriga a utilização de equipamentos de protecção individual (EPI’s) e a competências técnicas caso se opte pela utilização de equipamentos moto-manuais (e.g., motosserras ou motorroçadoras).

Para a maioria das espécies, implica sucessivas intervenções de modo a enfraquecer o vigor da planta.

A menos que se realizem controlos de seguimento frequentes, a médio prazo o seu impacto poderá ser virtualmente zero, ou até contribuir para agravar o problema de invasão.

Equipamento de Protecção Individual

Luvas, calças de motosserrista, caneleiras, capacete com viseira e auriculares, óculos de protecção, botas de segurança, roupa reflectora.

 

Ferramentas

Tesoura de poda, tesourão, serrote, motosserra, motorroçadora;

Segurança

É aconselhável manter as distâncias de segurança, e assegurar o manuseio seguro dos equipamentos moto-manuais.

São necessários cuidados adicionais em período crítico de incêndios florestais.

 

Manutenção

Afiação periódica das ferramentas e dispositivos de corte, manutenção dos equipamentos moto-manuais, manutenção dos EPI.

 

This post is also available in: Inglês