oxalis

Há por aí cidadãos-cientistas?

Precisamos de ajuda de cidadãos-cientistas para mapear a planta invasora de nome “azeda”. Mas o que são plantas invasoras? São plantas que vieram de outros locais do mundo (exóticas), adaptaram-se muito bem no nosso território, e hoje em dia reproduzem-se e dispersam sozinhas para longe dos locais onde foram introduzidas pelo Homem, causando impactes ambientais e económicos negativos.

Entre as plantas invasoras mais dispersas em Portugal, encontram-se as azedas, também conhecidas por trevo-azedo, erva-mijona, etc. Começam agora a florir, pelo que é mais fácil distingui-las na paisagem e vê-las onde geralmente não vemos – muitos campos parecem pintados de amarelo. É a altura ideal para pedir a ajuda de todos para as colocar no mapa de avistamentos – este mapa é uma plataforma de ciência-cidadã em que contamos com a colaboração de todos os cidadãos para construir o mapa das plantas invasoras em Portugal.

2-campo-com-oxalis-1

Quem pode colaborar?

Todos! Todos podem ser cidadãos-cientistas ao ajudar a recolher informação sobre a localização das plantas invasoras. Podem registar-se no site (clicando em REGISTE-SE AQUI), ou fazer LOGIN se já estiverem registados, e registar as plantas invasoras que vêem no mapa de avistamentos. Para tal podem usar o site ou a app Plantas invasoras para dispositivos Android, disponível no Google Play. A informação registada fica disponível para investigadores e gestores de plantas invasoras e está disponível para todos.
mapa

Submeter um avistamento é fácil. Precisam apenas de uma fotografia e alguma informação sobre o local onde está a planta invasora, submeter o registo e esperar que apareça no mapa depois de validado pela nossa equipa. Vejam este vídeo e as FAQ para esclarecer dúvidas.

Nesta altura do ano, pedimos para mapearem as azedas, que se identificam facilmente pelas flores amarelas. Foram usadas como ornamentais, mas dispersaram muito para além dos jardins onde foram plantadas e hoje invadem grandes extensões um pouco por todo o lado, principalmente como infestantes agrícolas, mas também em áreas naturais, prejudicando as plantas nativas; não suportam bem geadas e temperaturas baixas. Vejam um vídeo e 2 artigos que explicam como se reproduzem: nova forma de reprodução e Um pequeno grande detalhe.

Claro que são muito bem-vindos a mapear outras plantas invasoras além das azedas.

Ajudem a mapear as plantas invasoras e partilhem este post para chegar a mais pessoas!

Se cada cidadão, desde o local onde está, registar 3 ou 4 focos de invasão, o mapa das Plantas Invasoras em Portugal ficará rapidamente mais completo e essa informação pode ajudar na investigação e gestão das espécies invasoras.

Obrigado a todos pela ajuda! 

Etiquetas:, , , , ,

    Deixar uma resposta